Texto com spoiler do episódio 12 da terceira temporada de Agents of SHIELD

Agents of SHIELD perdeu o embalo com a parada no fim do ano passado. Depois de um episódio morno na volta, os roteiristas parecem ter esquecido o que o seriado tem de mais interessante.

AoS_s3e11_3_CeD

Coulson (à esq.) e Talbot chegando ao congresso sobre a ameaça dos Inumanos

Em The Inside Man, acompanhamos a missão de Coulson e o Coronel Talbot, chefe da Unidade de Contensão de Ameaças Alienígenas, em um congresso com líderes dos principais países para debater a “invasão” dos Inumanos. Com toda essa galera reunida em um só local, parecia obvio para a SHIELD que Gideon Malick tentaria algo durante a reunião. E ele tentou, claro.

O problema é que toda ação foi comandada por personagens rasos ou ainda mal explorados.  Bobbi e Hunter estão no centro da missão e isso puxa o episódio para baixo. Ele tem o poder de falar demais. Comenta, faz piada sem graça ou reclama de tudo.  Já a Harpia poderia ser mostrada de outra forma. Lembram do trauma após a tortura do Ward, então?

Falando em Ward. O Hive. A interpretação de Brett Dalton é boa, o vilão parece ser uma ameaça

O Hive continua recuperando sua força

O Hive continua recuperando sua força

real, porém, o preço de manter o ator com um personagem fixo em Agents of SHIELD tem se mostrado um sacrifício alto. Todos nós sabemos qual será o final da história, quem é o antagonista principal, mas falta chegar lá. Neste cenário, se o caminho não for construído de maneira interessante, a tensão se vai e quase tudo parece enrolação.

Na missão durante o congresso, no meio do Talbot de “vestido” e o homem absorvente em cenas cujos efeitos especiais já não impressionam, o plot twist se salva. Fiquei tão focado no potencial desperdiçado do episódio que Talbot ser o homem de Malick no local me surpreende, admito.

Depois tem todo o jogo do Coulson refém e do resgate do filho do Talbot – que era a razão do Coronel aceitar colaborar com a Hidra -, mas no avião da SHIELD estava o real ponto de discussão do capítulo: a possibilidade de uma vacina para anular a transformação dos Inumanos.

O Homem Absorvente retorna

O Homem Absorvente retorna

A questão é profunda – vimos isso em X-Men – e com certeza voltará aos holofotes, porém, ver Daisy e Lincoln discutirem e defenderem opiniões distintas sobre o tema – ela contra a vacina e ele a favor – mostra o caminho forte e importante que a série pode trilhar.

Apesar do final paz e amor do episódio, não acho que Coulson e Talbot serão aliados constantes. A vacina para os Inumanos vem do sangue do Homem Absorvente, hoje, um “soldado” de Talbot.

As outras tramas também parecem promissoras nos minutos finais. Malick terá seu santuário de Inumanos na Rússia, e o Hive parece finalmente recuperado depois de fazer seu “lanche”.

eden_fisi_AoS_s3e11_CeD

Nome de Ede Fisi, um mutante dos quadrinhos, aparece no episódio

Agents of SHIELD precisa de um fato novo para engrenar. As opções estão na mesa. A vacina, o santuário, Eden Fisi, o mutante cujo nome aparece no quarto da representante da Austrália e já atuou nos Guerreiros Secretos dos quadrinhos.

Chega de andar em círculos e encerrar episódio com alguma ação do Hive. A série pode dar muito mais para seus telespectadores.